divagações concretas concretudes abstratas

e um copo vazio está
cheio de ar

6.10.08

pane!
q é um cinzeiro q tu
motor de avião q não sei mexer
a volta q ainda não
por onde andou nesse quando?
caiu um ou uma asa com defeito
pra q uma coisa q não nada,pra q?
se não tem mais senão
e ainda assim vazar o oleo diesel,
gosto de fumaça na boca
e esse quas quas quas todo e muito mais
é uma acelerada q vem e fala

Um comentário:

Debora disse...

Acelera,
mesmo q o pé tenha chutado o ferro,
mesmo q o aço rasgue a perna,
mesmo q só falte colocar o pneu,
o carro anda.
Enguiça,
é multado,
bate,
bate,
bate,
mas incrivelmente
...
Anda,
o carro.
nem q seja com porta batendo
pneu cantando
Gasolina acabando
o carro?
o carro continua andando

eu?

Minha foto
to correndo.sempre pressa.meio atrasado.ligação perdida.olhar atento.desculpa o atraso.to indo embora.quer carona?aqui desse lado,aqui..assim mesmo.meu fluminense e meus desejos.um beijo do seu.eu aqui em qualquer lugar aqui, espaço pra vazão a idéias. ficção criando uma verdade pseudo pessoal. "eu quero uma verdade inventada"

leia me

outras divagações


[alter]ego marginal

quantas?

free counter